PORTUGUESE JEWELLERY X MAAT : RE think.act.shape 2021

Portuguese Jewellery X MAAT : ReShape_ ReThink_ReAct

 

A AORP renova parceria com o MAAT – Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia e voltam a unir-se para uma iniciativa onde a sustentabilidade é protagonista e convida 6 marcas de joalharia portuguesa – entre as quais Clélia Jewellery – para venda e exposição, na loja do MAAT e Museu da Eletricidade.

Esta nova parceria teve início no mês de junho de 2021 e termina com a exposição e venda, das peças de Clélia Jewellery, entre os meses de abril e Junho de 2022.

Estas duas entidades reúnem-se , uma vez mais e desta vez com a obrigação constante de combate ao desperdício e reinvenção do presente, surge a parceria RESHAPE. Inspiradas na incorporação de materiais reutilizados e reciclados, nascem assim coleções distintas de joalharia contemporânea, de caráter disruptivo.

Num passeio junto ao rio é impossível ficar indiferente à magnitude do Maat. De dimensão imponente, e pala ondulada, abraça o rio Tejo trazendo ao presente a memória da nossa história marítima, transportada na proa das magníficas naus e caravelas de madeira que por ali navegavam em busca de outros povos, culturas e riquezas. A ondulação do Tejo e a pala do edifício foram a inspiração para desenvolver esta edição especial e de carater sustentável  “TAGUS”. Peças únicas e esculpidas à mão que refletem o equilíbrio entre o tosco e o elegante característicos de uma nova modernidade.

Neste desafio foi escolhido, como parceiro, a VICARA, uma agência de design e cultura, sediada nas Caldas da Rainha. Após alguma pesquisa e experimentação, a madeira de alfarrobeira foi o material escolhido para a elaborar esta mini coleção. Estas madeiras são usadas nas tampas do decanter de vidro “Cerne”, e desenvolvidas pelo artista Samuel Reis, pedaços esses que iam ser inutilizados e que assim ganham uma nova vida e um novo sentido no mundo da joalharia.

Foi na madeira que encontrei a durabilidade, resistência e versatilidade que pretendia, acrescentando a prata com elemento nobre e contemporâneo.

A inauguração aconteceu no dia 23 de novembro de 2021, no edifício MAAT, lugar onde as peças estão em exibição e à venda, ao público, até junho de 2022.

 

ALFINETE EM MADEIRA DE ALFARROBEIRA E PRATA DE LEI 

ANEL EM MADEIRA DE ALFARROBEIRA E PRATA DE LEI 

EXHIBITION

Agradeço também à Marta Nunes pela lindíssima ilustração, que retrata a base de inspiração para o desenvolvimento deste trabalho.

 

Divulgação_meios de comunicação:

https://www.dinheirovivo.pt/economia/joalharia-portuguesa-esta-de-volta-ao-maat-13778835.html

https://www.timeout.pt/lisboa/pt/noticias/da-madeira-ao-vidro-estas-joiassao-feitas-a-partir-de-desperdicio-112521

https://www.dn.pt/viver/quando-os-designers-se-juntam-e-criam-joias-exclusivas-e-sustentaveis-14381908.html

http://www.aorp.pt/newspage.php?newsn=252

https://www.cardapio.pt/arquitectura-design/57596-aorp-e-maat-desafiam-designers-de-joias-portugueses-a-criar-colecao-inspirada-no/

AORP e MAAT juntos em emergência criativa